Teatro Dragão do Mar recebe os espetáculos "A Fábula do Monturo Velho" e "Rosa Escarlate da Trupe 'Caba de Chegar", durante a programação das férias de janeiro

A Moio de Artes Produções Artísticas em parceria com a Trupe 'Caba de Chegar, apresentam os espetáculos, proporcionando diversas reflexões sobre a sociedade atual e momentos de diversão e bem-estar ao público

 

Foto: Reprodução

Dando início a programação de Férias do Teatro Dragão do Mar, A Moio de Artes Produções Artísticas em parceria com a Trupe 'Caba de Chegar, realizam os espetáculos "A Fábula do Monturo Velho" e "Rosa Escarlate", nos dias 07, 14, 21 e 28 de janeiro (aos domingos). Os ingressos custam: R$ 10,00 (meia) e R$ 20,00 (inteira), podem ser adquiridos através do Sympla e também nas bilheterias físicas no Dragão do Mar. 

Em um mundo tão plural, tem se tornado um grande desafio viver em sociedade, seja por pensamentos contrários, culturas diferentes, entre outros aspectos que comprometem a boa convivência entre as pessoas. A proposta de montagem do espetáculo "A Fábula do Monturo Velho" quer, a partir dos conflitos vividos pelos personagens, contribuir para a sensibilização do público infanto-juvenil sobre a intolerância, a aceitação e a boa convivência com as diferenças e superação de limites vivenciados em nosso cotidiano. Em última instância, de forma indireta, a montagem também pretende suscitar uma reflexão sobre o bullying, hoje tão presente nas relações entre jovens, seja fora ou dentro do ambiente escolar. Enquanto a história, ela se passa em um terreno abandonado, onde vários animais obedecem às ordens ditadas pelo intransigente Rei Corujão, que os impedem de fazer escolhas sobre os seus modos de vida. 

"Em um mundo cada vez mais individualista, acreditamos que este projeto possa colaborar para gerar nas crianças e no público em geral, uma reflexão sobre a construção de uma sociedade mais tolerante, onde cada pessoa possa exercer o seu direito de cidadão, sem, no entanto, abdicar as suas características e valores individuais. Acreditamos que a arte, e aqui especificamente o teatro, pode se constituir como forte aliado na construção de um mundo mais acolhedor das diversidades e diferenças em quaisquer níveis sociais", comentou a diretora do espetáculo, Ana Marlene.

Não dá para negar, que a ganância e a maldade também são características que fazem parte da sociedade atual, principalmente quando o assunto são bens materiais. O ser humano pode chegar longe demais para conseguir o que deseja, até mesmo cometer um assassinato de um parente. E para relatar todos esses dramas que vivenciamos, o espetáculo "Rosa Escarlate da Trupe 'Caba de Chegar" apresenta a história de dois irmãos: Anita e Alfredo e a governanta da casa, Fraulein Martha, que tramam o assassinato do avô para ficar com sua fortuna. Concluída a trama macabra de matar o próprio avô, os planos do trio parecem que estão ameaçados. Após o crime cometido, entra em cena o advogado Abdull, apresentando um testamento deixado pelo avô morto, no qual todos os bens irão para uma filha bastarda, que há muito tempo está desaparecida. Na pele de Cinderela da história, Maria Poliana ou Rosa Escarlate, a mocinha da novela, desvenda e desfaz todos os segredos, sem a menor desconfiança da família. O espetáculo traz inúmeras reflexões, mas também proporciona momentos de alegria e muito riso ao público. A Trupe brinca de falar sério sobre a inversão de valores, a classe média empobrecida, o povo e seus sonhos de dias melhores.

"Fazer parte da Trupe 'Caba de Chegar e participar do espetáculo 'Rosa Escarlate' tem sido fundamental para mim, especialmente nesse momento desafiador. A importância de proporcionar risos e momentos de descontração através do teatro ganhou um novo significado. Em meio a todo o caos, descobrimos a capacidade única de trazer alegria ao público. Estamos comprometidos em oferecer um espetáculo que não apenas diverte, mas também alivia tensões e promove bem-estar. É uma oportunidade incrível fazer parte desse processo e contribuir para o sorriso e a diversão das pessoas", enfatizou o ator do espetáculo, Ronaldo Agostinho.

 

Espetáculo "A Fábula do Monturo Velho"

Datas: 07, 14, 21 e 28 de janeiro

Local: Teatro Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81)

Horário: 17h

Duração: 45 minutos

Público: Livre

Venda dos ingressos no Sympla: https://bileto.sympla.com.br/event/83538 e bilheterias físicas no Dragão do Mar

Valores: R$ 10,00 (meia) / R$ 20,00 (inteira)

Obs: crianças até 12 anos não pagam

 

Ficha técnica

 Autor: Aldo Evangelista

Direção: Ana Marlene

 

Elenco:

Alcântara Costa

Bruno Prata

Cláudio Magalhães

Fernanda Zeballos

Kátia Arruda

Lira Holanda

Patrick Castro

Pedro de Silva

Ronaldo Agostinho

 

Composição Musical: Gabriel Moraes

Músico: Alisson Barbosa

Coreografias: Brino Correia

Maquiagem e figurino: Alcântara Costa

Bonecos e adereços: Cláudio Magalhães e Trupe

Intérprete de libras: Rosangela Oliveira

 

Espetáculo "Rosa Escarlate da Trupe 'Caba de Chegar"

Datas: 07, 14, 21 e 28 de janeiro

Local: Teatro Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81)

Horário: 20h

Duração: 50 minutos

Público: 12 anos

Venda dos ingressos no Sympla: https://bileto.sympla.com.br/event/90086 e bilheterias físicas no Dragão do Mar

Valores: R$ 10,00 (meia) / R$ 20,00 (inteira)

 

Ficha técnica

Autor: Aldo Evangelista

Direção: Ana Marlene

 

Elenco:

 Bruno Prata

Claudio Magalhães

Diego Souza

Lira Holanda

Lua Ramos

Pedro de Silva

Ronaldo Agostinho

 

Músicos:

Alisson Barbosa

Zé George

Pedro de Silva

 

Novela vozes:

Ana Marlene

Fabíola Líper

Gabriel Moraes

 

Música novela: Gabriel Moraes

 

Bonecos e adereços: Cláudio Magalhães

 

Maquiagem e figurino: Dami Cruz

 

Intérprete de libras: Rosangela Oliveira

 

Comentários

Mais conteúdo

João Inácio Júnior fala sobre os resultados de biopsias na cabeça

ArtePraia virou documentário

Empreendedores compartilham experiências através do podcast “Fala, Empresário!”